Palavra do Padre

“Bendito o que vem em nome do Senhor!” (Sl 118,26)

Amados paroquianos,

Iniciamos um novo mês no calendário civil. Louvo a Deus por nos permitir uma nova oportunidade de nos realizarmos enquanto pessoas de fé. Assim também, retomamos todos os nossos trabalhos pastorais em nossa paróquia com muito compromisso, entusiasmo e amor pelo Reino.

Há pouco tivemos a alegria de enviar para o seminário de nossa Diocese o jovem Kayron Biavate para fazer sua caminhada vocacional, com o ardente desejo de se consagrar a Deus. O jovem Kayron muito contribuiu em nossa comunidade paroquial nos diversos trabalhos pastorais, demonstrando, com responsabilidade e compromisso, zelo pela Igreja e pelo Povo de Deus. Rezemos pelo nosso querido Kayron e peçamos a Nossa Senhora da Penha que o acompanhe e o ensine a fazer em tudo a vontade do Pai.

A partir deste mês, especificamente do dia 04, nossa paróquia passa a contar com mais um colaborador na messe do Senhor, Pe. Edson Vander.

Aos 23 dias do mês de janeiro de 2017 assumi a Paróquia Nossa Senhora da Penha como Administrador Paroquial; aos 12 dias do mês de outubro de 2018, Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, dentro da novena de São Geraldo, assumi a paróquia como pároco. Agora, para caminhar conosco, vem fazer parte de nossa família o Pe. Edson Vander, na função de vigário paroquial.

Pe. Edson e eu nos conhecemos há muito tempo. Fomos colegas de seminário, mais especificamente no período em que estudamos teologia na PUC Minas, em Belo Horizonte. Recebemos os ministérios de Leitor e acólito juntos, assim como também, por Dom Marco Aurélio, fomos ordenados diáconos na Comunidade São Miguel, pertencente à Paróquia Cristo Rei, em Ipatinga, aos 11 dias do mês de abril de 2015.

O Pe. Edson trabalhou como vigário paroquial na Paróquia Cristo Rei, em Ipatinga; São Gonçalo, em São Gonçalo do Rio Abaixo; Nossa Senhora do Carmo, em Senhora do Carmo, distrito de Itabira, e agora continua seu ministério na Paróquia Nossa Senhora da Penha, em Itabira.

O vigário paroquial tem uma função distinta da do pároco. Sendo assim, compete ao vigário paroquial:

– ajudar o pároco em todo o ministério paroquial (cf. cân. 548 §2);

– colaborar com afinco e amor missionário no cuidado pastoral da paróquia (cf. cân 548 §3);

– ser ponte para o encontro das pessoas com Jesus Cristo por meio da acolhida, do diálogo, da confiança (cf. PDV 430);

– cultivar a afabilidade, a hospitalidade, os relacionamentos francos e fraternos com as pessoas sempre pronto a compreender, perdoar e consolar (cf. PDV 43).

Contudo, é função do novo vigário paroquial, ajudar e auxiliar o pároco a continuar primando para que não faltem à Igreja e ao povo o pão da Palavra e da Eucaristia, cuidando, em primeiro lugar da santificação das almas, além do zelo pelas vocações.

Agradeço, de coração, a Dom Marco Aurélio, nosso bispo diocesano, que nos envia este irmão presbítero para trabalhar na vinha do Senhor em nossa paróquia; ao Pe. Edson Vander, pela sua disponibilidade.

Peço-vos, irmãos e irmãs, que continuem a rezar por mim e inclua em vossas orações nosso vigário paroquial para que vivamos, tal qual o Bom Pastor, nosso ministério sacerdotal com responsabilidade e amor no rebanho que nos foi confiado.

Que Nossa Senhora da Penha, nossa Mãe e Padroeira, nos acompanhe e nos ensine a trilhar os passos de seu Filho Jesus e a fazer a sua vontade.

Recebam meu cordial abraço e minha bênção de pai e pastor.

Pe. Ueliton Neves da Silva

Pároco

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

EVENTOS

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹abr 2019› »