Pastorais e Movimentos

Catequese Batismal

“Ide, pois, e ensinai o Evangelho a todas as criaturas; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. (Mateus 28, 19)

A vida cristã tem no Sacramento do Batismo o primeiro dos Sacramentos, a sua raiz e o seu início. Cristo o instituiu para que todos tenham a vida nova e o confiou à sua Igreja: “Ide, pois, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a cumprir tudo quanto vos tenho mandado” (Mt 28,20). Obedientes a este mandato do Senhor (Mt 28,19-20), os Apóstolos batizavam os que acolhiam a Palavra (At 2,41; 8,12-38; 9,18; 10,48; 16,15.33; 18,8; 19,5). O Sacramento do Batismo, necessário para a salvação, é a porta e o fundamento de todos os Sacramentos da Igreja, e nos constitui filhos e filhas de Deus. Pelo Batismo, entre todos os fiéis cristãos, por sua regeneração e libertação do pecado por meio da graça divina, vigora, no que se refere à dignidade e atividade, uma verdadeira igualdade, pela qual todos, segundo a condição e os múnus próprios de cada um, cooperam na edificação da Igreja, configurando-os à pessoa de Cristo e tornando-os participantes do seu tríplice múnus: sacerdotal, profético e real. É por meio dele que somos incorporados à Igreja de Cristo e nos tornamos “pessoa” com direitos e deveres (Cf. CDC, cân. 96). Por isso, quem não o tiver recebido, não poderá ser validamente admitido aos outros Sacramentos (Cf. CDC, cân 849). Enfim, o Batismo é o sacramento da resposta do ser humano à proposta de Deus, o que inclui dois compromissos: em primeiro lugar, o de conversão e busca da santidade (At 2,38), e, em segundo lugar, o de continuar a obra missionária de Jesus Cristo (Mt 28,19; At 5,42; LG 17).

(Livro da Caminhada, nº 107).

ORIENTAÇÕES/DOCUMENTOS 

Senhores pais e/ou Padrinhos, LEIAM ATENTAMENTE:

– Para um melhor atendimento ao Encontro de Preparação de Pais e Padrinhos para o Batismo, a ser realizado nesta Paróquia, atentem para os seguintes comunicados:

– Os encontros da Catequese Batismal preparam os pais e padrinhos, de forma reflexiva, celebrativa e orante, por meio da catequese por acolhida, para a celebração do Batismo de uma determinada criança. Sendo assim, nesta modalidade de preparação não cabe entrega de certificado com prazo de validade, mas como comprovante de participação na catequese para aquele batizado. Para cada criança a ser acolhida na Igreja pelo Sacramento do Batismo, deverá haver uma preparação específica de seus pais e padrinhos (Livro da Caminhada, nº 117).

REQUISITOS PARA SER PADRINHO E/OU MADRINHA (Livro da Caminhada, nº 143)

– Maior de 16 anos;

– Tenha recebido a Eucaristia e a Crisma, conforme CDC, Cân. 874 § 1 item 3º;

– Quanto ao estado civil, deve ser:

1 – Casado(a)  na Igreja Católica;

2 – Solteiro(a),  não viver em estado de concubinato.

– Levar uma vida de acordo com a fé cristã católica e com o múnus que vai desempenhar e não esteja incursa em nenhuma penalidade canônica (Cf. CDC, cân. 874).

REQUISITOS PARA BATIZAR A CRIANÇA

– Até 07 anos de idade pode ser batizada normalmente;

– Após esta idade é necessário que a criança faça a preparação na catequese de iniciação à vida cristã;

O BATIZADO

 – O local normal e apropriado para se realizar o Batismo dos fiéis é a Comunidade Paroquial em que os pais da criança residem e onde participam da vida da Igreja. Porém, se os pais preferem batizar seus filhos fora de sua paróquia de origem, é necessário que os mesmos apresentem à paróquia, onde seu filho receberá o Batismo, autorização do pároco para a realização deste batizado, bem como o comprovante de que eles e os padrinhos estão devidamente habilitados para assumirem o batismo daquela criança (Livro da Caminhada, nº 123).

Em toda a Diocese, o Batismo deve ser celebrado na Igreja (Capelas), e nunca fora dela. Nas comunidades vinculadas à paróquia e que não tenham ainda o seu templo, o Batismo pode ser administrado onde a comunidade se reúne (Livro da Caminhada, nº 129).

Para que uma criança, antes dos sete anos completos, seja licitamente batizada é preciso que os pais, pelo menos um deles, ou aqueles que legitimamente fizerem as suas vezes, deem o seu consentimento; e haja esperança fundada de que a criança será educada na fé católica (Cf. CDC, cân. 868, §1, n.1). No caso de guarda ou tutela, comprovada a situação por medida judicial, o Batismo pode ser administrado, desde que não haja manifestação contrária dos pais e mediante uma declaração da outra parte, caso os pais seja separados. No caso de adoção definitivamente concedida por medida judicial, apresentados os respectivos documentos civis, é lícito o Batismo. (Livro da Caminhada, nº 133)

* A celebração do batismo de crianças acontece todo 4º domingo do mês às 11h, intercalando entre as comunidades Matriz Nossa Senhora da Penha, Sagrado Coração de Jesus e São Geraldo. Nas comunidades rurais, o batizado poderá acontecer dentro da missa. O mesmo vale para as comunidades urbanas, caso haja dificuldades para o 4º domingo. O batismo de adultos não acontece no 4º domingo. Favor agendar na secretaria paroquial para ser realizado em outro dia e horário, a combinar. Aqueles que não têm nenhum sacramento (Batismo, Crisma e Eucaristia) e estão no Catecumenato, após o período catequético, numa única missa, receberão os 3 sacramentos, pelo Padre.

– A inscrição para participação da catequese batismal, assim como também para a celebração do batismo, deverá ser feita na secretaria paroquial, com a documentação solicitada. Como a catequese é por acolhida, serão admitidos à catequese famílias pertencentes à Paroquia Nossa Senhora da Penha. Caso sejam de outras paróquias, só serão admitidos à catequese após conversar com o padre (agendar na secretaria).

* Deverão adquirir na secretaria paroquial a lembrancinha e a vela.

Documentos exigidos para a inscrição:

1 – Criança:

      – Certidão de nascimento (Livro da Caminhada, nº 122).

2 – Pais:

     – Documento de identificação com foto;

     – Cópia  do comprovante de residência;

     – No caso de criança de pais separados, declaração de consentimento da outra parte.

3 – Padrinhos e ou Madrinhas:

     – Documento de identificação com foto;

     – Cópia  do comprovante de residência;

4 – Comprovante da catequese batismal dos pais e padrinhos;

5 – Se a criança não for residente nesta paróquia, trazer a transferência da paróquia onde reside.

6 – Taxa de emolumento da Diocese para o Sacramento do Batismo: R$ 48,00.

Pais e Padrinhos que residem em outra cidade, trazer transferência da paróquia a qual pertencem.
•   Pais que residem em outra Paróquia, trazer transferência da Paróquia a qual pertencem.

Obs.: As normas e orientações apresentadas são da Diocese de Itabira-Cel. Fabriciano. Tem a finalidade evangelizadora e pastoral.

Pe. Ueliton Neves da Silva

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

EVENTOS

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹nov 2018› »