Notícias da Paróquia

Orientações para a celebração do matrimônio

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA PENHA

Diocese de Itabira-Cel. Fabriciano

 

ORIENTAÇÕES PARA A CELEBRAÇÃO DO MATRIMÔNIO

 

O Matrimônio é constituído pela aliança conjugal, isto é, pelo consentimento irrevogável de ambos os cônjuges que livremente se entregam e se recebem. Esta singular união do homem e da mulher assim como o bem dos filhos exigem e requerem a plena fidelidade dos esposos e a unidade indissolúvel do vínculo matrimonial” (Ritual do Matrimônio, n. 2). (Livro da Caminhada, nº 236).

A celebração do casamento se revista da necessária dignidade e seriedade e seja realizada na comunidade paroquial. Seja particularmente aproveitada como ocasião favorável para a renovação de todos os que dela participam, na compreensão do sentido e das exigências do casamento (Livro da Caminhada, nº 237).

A cerimônia se realize em lugar de encontro da comunidade de fé e nunca em casas particulares, clubes, fazendas, sítios etc (Livro da Caminhada, nº 238).

 

  1. Abertura do Processo de Habilitação
  2. O processo de habilitação deve ser feito com pelo menos três meses antes do casamento. Os noivos devem procurar a secretaria paroquial com os documentos exigidos e marcar a entrevista com o padre. Caso não seja respeitado o prazo previsto, o casamento terá que ser remarcado, a fim de que as formalidades possam ser cumpridas dentro do tempo. Para a abertura do processo exige-se a presença dos dois nubentes (noivos).

Obs.: Transcorrido o prazo de 90 dias, ainda que haja disponibilidade de horário para a realização da celebração do matrimônio, não será aceito o agendamento e a recepção da documentação para a abertura o Processo devido à insuficiência de tempo hábil para instruir o Processo de Habilitação Matrimonial.

  1. O processo de habilitação deve ser instruído na Paróquia onde reside um dos noivos mesmo que a celebração for realizada em outra Paróquia.
  2. Devem ser feitos proclamas canônicos nas Igrejas (pregado no quadro de avisos e lido nas missas em 3 finais de semana consecutivos) onde residem os nubentes. Caso um deles resida fora da Paróquia, tomados os endereços, será enviado o devido proclama e se espera pela resposta.

  1. Documentos exigidos
  2. Certidão de Batismo(Batistério) do Noivo e da Noiva (no caso de ser batizado em outra Paróquia), assinada pelo Pároco e com o carimbo da mesma, com data máxima de 6 meses;
  3. Xerox da Carteira de Identidade  e CPFdo Noivo e da Noiva;
  4. Certificado de Conclusão da Catequese Matrimonial. O encontro de preparação, obrigatóriopara a celebração, por ser por acolhida, deverá ser realizado na Paróquia onde reside um dos noivos.

Obs.: Somente poderá montar o processo de habilitação matrimonial, que exige 90 dias de antecedência do matrimônio, apresentando todos os documentos solicitados, inclusive comprovante da catequese matrimonial.

  1. Habilitação do Cartório de Registro Civil (contendo o dia, horário e local em que será realizado o casamento civil);
  2. e.  Comprovante de Residênciado Noivo e da Noiva;
  3. f.  Em caso de viúvos, trazer Xerox da Certidão de Óbito;
  4. Dados das testemunhas – dois casais (nome e endereço completo)
  5. Taxa de emolumento da Diocese para o Sacramento do Matrimônio: R$ 318,00.
  6. A idade mínima para se contrair matrimônio é de 16 anos para a noiva e 18 para o noivo (Cf. Legislação complementar da CNBB, no tocante ao CDC, cân. 1083) (Livro da Caminhada, nº 260).
  7. Para os menores de 18 anos de idade, será necessário o consentimento, por escrito, dos pais ou responsáveis. Neste caso o Padre conversará com os pais.

  1. Quanto a cerimônia

– Que os aspectos externos, como enfeites da igreja, fotografias, filmagem, música, não sufoquem o sentido sacramental do matrimônio nem sejam ocasião para se acentuarem diferenças sociais. Que se chegue à elaboração de alguns princípios válidos e comuns com relação a estes aspectos (Livro da Caminhada, nº 263).

– Que sejam escolhidas músicas sacras que expressem o sentido do que se está celebrando (Outras só serão permitidas com a permissão do Padre).

Para o bom andamento da celebração e respeito aos convidados e à comunidade, seja exigida a pontualidade dos noivos (Livro da Caminhada, nº 264).

– A celebração do matrimônio acontece na Igreja da Comunidade São Geraldo, no 2º e 4º sábado de cada mês, às 18h, 19h e 20h. Casamento para outro dia, horário e local deverá ser tratado diretamente com o Padre, por meio da secretaria paroquial.

– O cortejo (formado pelos pais, padrinhos, daminhas, noivo, etc), deverá estar montado 10 (dez) minutos antes do início da celebração, independentemente de quem estiver faltando.

– A disposição litúrgica no presbitério (altar e ambiente que lhe circunda) não pode ser alterada.

– Não é permitido remover ou retirar quaisquer móveis ou objetos de seu lugar original, inclusive os bancos.

– Quando houver mais de um casamento no mesmo dia, as despesas de decoração deverão ser rateadas entre os casais. Nessa hipótese, os casais cujas celebrações estejam agendadas para a mesma data, deverão escolher de comum acordo o tipo de decoração e os profissionais que a executarão.

– O decorador poderá iniciar seu trabalho no sábado às 8h com término às 11h30 e após o encerramento do casamento deverá retirar os enfeites dos corredores, devido as missas no dia seguinte.

– Na entrada, na saída e durante a celebração é EXPRESSAMENTE PROIBIDO: jogar arroz, bolas de sabão ou pétalas de flores (nem mesmo na porta da igreja), devido ao risco de quedas e acidentes e disponibilidade de pessoas para limparem. Compete aos noivos avisar seus familiares e amigos a respeito desta norma, respondendo diretamente pelos danos ou despesas decorrentes da violação dessa determinação.

– É exigido dos profissionais o máximo respeito ao ato litúrgico, efetuando as filmagens sem atrapalhar o celebrante ou os noivos nos gestos e ações litúrgicas do matrimônio.

Quando firmas de cerimonial forem contratadas, estas deverão receber e seguir as orientações da paróquia, oferecidas pela equipe paroquial (Livro da Caminhada, nº 262).

– Paróquia Nossa Senhora da Penha não tem responsabilidade de qualquer natureza em relação às pessoas e empresas pelos serviços contratados e a serem prestados no dia da celebração.

 

Pe. Ueliton Neves da Silva

_______________________________________________________________________________________

Paróquia Nossa Senhora da Penha
Rua José Hilário, 56 – Vila Piedade
CEP 35.900-202 / Itabira – MG
Tel: (031) 3831-3844
E-mail: [email protected]

Expediente da Secretaria Paroquial

Segunda a Sexta: 07h30 às 12h e 13h às 16h30

Sábado: 08h às 12h

_______________________________________________________________________________

EVENTOS

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹dez 2018› »