Notícias da Paróquia

Santuário, memória e profecia do Deus vivo

Santuário é memória eficaz da obra de Deus,
o sinal visível que proclama como é grande o seu amor

 

Dentro da grande peregrinação que Cristo, a Igreja e a humanidade cumpriram e devem cumprir na história, cada cristão é convidado a se inserir e participar, a se encontrar com Deus na “Tenda do Encontro”, como a Bíblia chama “o Tabernáculo da Aliança”.

Um dia, Deus chamou Abraão e disse: “Parte da tua terra, da tua família e da casa de teus pais para a terra que eu te mostrarei…” e Abraão partiu como o Senhor lhe havia dito. E Abraão parte em busca da terra prometida, terra onde corre leite e mel. E inicia a peregrinação da sua vida e do seu povo guiado pelo próprio Deus.

Depois de Abraão vem Moisés. Ele é chamado a conduzir o povo de Deus através do deserto. É o braço poderoso de Deus a fazer passar Israel pelo Mar Vermelho. Mas é o próprio Deus a prová-lo durante quarenta anos no deserto. Ele mesmo conclui: “Se tu não caminhas conosco, eu não me moverei”.

Os templos ou santuários são como pedras milenares que orientam o caminho dos filhos de Deus sobre a terra. São, antes de tudo, lugar da memória, da ação poderosa de Deus na história, que é a origem do povo da aliança e da fé de cada um dos que creem.

Na tradição bíblica o santuário não é, portanto, simplesmente o fruto de uma obra humana, carregada de simbolismo cosmológico ou antropológico, mas, testemunha à iniciativa de Deus no seu comunicar-se com o homem para estreitar com ele o pacto de salvação. O significado profundo de cada santuário fez memória na fé da obra salvífica do Senhor.

Santuário assume, portanto, o caráter de memória viva originado do alto para o povo da aliança eleito e amado. Este é o permanente chamado ao fato que não se nasce como povo de Deus pela carne e pelo sangue, mas que a vida de fé nasce da iniciativa admirável de Deus que entrou na história para nos unir a Si e mudar o nosso coração e a nossa vida.

No Santuário, a fidelidade de Deus nos alcança e transforma

Santuário é memória eficaz da obra de Deus, o sinal visível que proclama a todas as gerações como é grande o seu amor, e testemunha como Ele tenha amado primeiro e quis ser Senhor e Salvador do seu povo. É o lugar da divina presença, um sinal, o lugar da sempre nova atualização da aliança dos homens com o Eterno e entre os seus. Cristo é o novo santuário, presença viva no Espírito.

Os templos cristãos são sinais. Sabemos que Deus está sempre vivo e presente entre nós e por nós. O templo é morada santa da Arca da Aliança. O santuário é o lugar do Espírito, porque é o lugar onde a fidelidade de Deus nos alcança e nos transforma.

No santuário vamos antes de tudo para invocar e acolher o Espírito Santo e levá-lo em todas as ações da vida. É sinal do chamado constante da presença viva do Espírito Santo na Igreja. Nos doando Jesus Ressuscitado, a glória do Pai, é um convite visível a atingir a invisível fonte de água viva, do qual se pode fazer sempre uma nova experiência para viver a fidelidade da aliança com o Eterno na Igreja. O santuário é o lugar privilegiado da ação sacramental, especialmente da Reconciliação e da Eucaristia.

 

O que devemos buscar no interior de um santuário?

O peregrino deve buscar no santuário, particularmente, a graça do perdão que o ajuda a abrir-se ao Pai, rico em misericórdia. Na celebração da Eucaristia, evento de graça que contém e exprime todas as formas de oração, o Santuário – profecia da Pátria Celeste – é um sinal, memória da nossa origem junto ao Senhor e sinal da divina presença, e também profecia da nossa pátria última e definitiva: o Reino de Deus, que se realizará quando: “Eu porei o meu santuário no meio dos homens para sempre”, segundo a promessa do Eterno (cf. Ez 37,26).

O sinal do santuário não nos recorda somente de onde viemos e quem somos, mas abre também a nossa visão a discernir para onde vamos na direção da meta de nossa peregrinação na vida e na história. O Santuário, como obra das mãos do homem, nos restitui a Jerusalém Celeste, nossa mãe, a cidade que desce de Deus, toda ornada como esposa, santuário escatológico perfeito onde a divina e gloriosa presença é direta e pessoal.

No santuário ressoa constantemente o “Magnificat”, no qual a Igreja “viu vencer as raízes do pecado posto no início da história terrena do homem e da mulher, o pecado da incredulidade e da pouca fé em Deus, no qual Maria proclama com força a não ofuscada verdade sobre Deus: O Deus Santo e Onipotente que, desde o início, é a fonte de todo bem, aquele que ‘tem feito grandes coisas’”. No santuário se testemunha a dimensão escatológica da fé cristã, isto é, nosso caminho na direção da plenitude do Reino de Deus.

A Virgem Maria é o santuário do Deus vivo do Verbo de Deus, a Arca da Aliança nova e eterna. Aproximando-se de Maria, o peregrino deve sentir-se chamado a viver aquela dimensão pascal, que gradualmente transforma a sua vida através da Palavra, da celebração dos sacramentos e do trabalho a favor dos irmãos.

O Santuário São Geraldo tem uma história de bênçãos e graças que foram e são derramadas sobre centenas de milhares de devotos que visitam o Santuário diariamente para renovar sua fé, rezar, pedir e agradecer a intercessão de São Geraldo. Nos olhos de cada filho e filha de Deus que chega ao Santuário percebemos a satisfação de estar em um lugar onde é possível refletir sobre as alegrias e as angústias da vida e clamar por soluções para os mais graves problemas.

O Santuário São Geraldo é a Casa do Povo, por isso está sempre de portas abertas para todos aqueles que buscam o amor de Deus Pai, confiando na poderosa intercessão de São Geraldo, o santo padroeiro e protetor das mães, gestantes e crianças.

Em virtude das obras do Santuário, fazemos diversos eventos e campanhas, que tem o objetivo ajudar nesta missão.

Faça parte da Família dos Devotos de São Geraldo! Toda a obra é mantida pelos devotos que nos ajudam mensalmente por meio de suas doações espontâneas. Pessoas que amam Jesus Cristo, que possuem o coração agradecido a São Geraldo e querem que outros tenham a oportunidade de receber a Palavra de Deus.

Você também pode participar desta família abençoada por Deus e que está sob a proteção de São Geraldo!

Basta fazer seu cadastro na secretaria do Santuário, no aplicativo ou site do Santuário.

Que São Geraldo continue cuidando do povo itabirano, município privilegiado de sua atenção e devoção. Que São Geraldo irradie a paz de Jesus para todas as famílias. Que ele nos obtenha, além das curas, bênçãos e milagres, sobretudo a graça de sermos parecidos com ele e seguirmos seu exemplo. O mais importante ao suplicar a intercessão de São Geraldo é desejar de coração atingir sua experiência espiritual de união íntima com Jesus, de tal modo que o mistério do amor eterno entre o divino e o humano penetre todo o nosso ser.

Que Deus vos abençoe e vos guarde.

Pe. Ueliton Neves da Silva

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

EVENTOS

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹abr 2019› »