Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 20 de abril de 2021         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 20 de abril de 2021

Coreia do Sul: Vaticano declara Haemi local de peregrinação internacional

16/03/2021 . Notícias da Igreja

O Santuário testemunha a fé de cerca de 2.000 católicos, presos, torturados e sepultados vivos, durante a perseguição em massa aos cristãos por parte dos governantes da Dnastia Joseon, entre 1866 e 1882, sendo o segundo local coreano, e o terceiro na Ásia, a ser reconhecido como local de peregrinação internacional pelo Vaticano.

Haemi, local onde aconteceu o martírio de milhares de católicos na Coreia do Sul, foi proclamado pela Santa Sé como um lugar de peregrinação internacional. O anúncio em um comunicado foi dado pelo bispo de Daejeon, Dom Lazzaro You Heung-sik.

O reconhecimento – disse o prelado – foi dado a conhecer no dia 1° de março, por ocasião do 200º aniversário do nascimento do teólogo local e sacerdote missionário, proclamado Venerável em 2016, Pe. Thomas Choe Yang-eop.

O Santuário de Haemi, no município de Seosan, Província de South Chungcheong, cerca de 280 quilômetros ao sul da capital, Seul, testemunha a fé de cerca de 2.000 católicos, presos, torturados e sepultados vivos, durante a perseguição em massa aos cristãos por parte dos governantes da Dnastia Joseon, entre 1866 e 1882.

Os “mártires – explica o bispo de Daejeon – são um testemunho da obra de salvação de Deus por meio da sua vida e morte”, um testemunho que “transmitirá a fé aos descendentes e dará à luz uma comunidade viva de discípulos e testemunhas de Jesus Cristo “, afirma o decreto de Dom Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização.

Graças aos esforços da Igreja, uma torre memorial de 16 metros foi erguida em Haemi para homenagear essas centenas de mártires desconhecidos. Os registros da igreja, na verdade, relatam os nomes de apenas 132 católicos que morreram em Haemi.

O Santuário é o segundo local coreano, e o terceiro na Ásia, a ser reconhecido como local de peregrinação internacional pelo Vaticano, após os “Caminhos da peregrinação católica de Seul”.

De acordo com o Pew Research Center, 46% dos sul-coreanos afirmam não pertencer a nenhuma religião, 29% declaram-se cristãos, principalmente protestantes, e 23% são budistas, em uma população de aproximadamente 51,8 milhões. 11% da população é católica.

Vatican News Service – AP