Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 20 de abril de 2021         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 20 de abril de 2021

Filipinas. Bispos condenam atos de vandalismo em igrejas no país asiático

04/03/2021 . Notícias da Igreja

Dom Leo Dalmao exorta os católicos a “não deixar que estes fatos semeiem mais ódio, em vez de buscar uma oportunidade para difundir a compreensão e a paz”. “Lembro a todos os fiéis que estejam vigilantes e que rejeitem toda e qualquer oportunidade de estes elementos negativos conseguirem semear divisão e ódio entre nós”, ressalta o bispo. “Somos todos chamados a respeitar a fé uns dos outros e a conter qualquer ato de provocação ou violência entre crentes de diferentes religiões”, diz Teresa Punzo, uma líder católica local

Os bispos das Filipinas condenaram os recentes atos de vandalismo nas igrejas do país do sudeste asiático. Em 21 de fevereiro próximo passado, pessoas não identificadas destruíram imagens religiosas na entrada da igreja paroquial de Padre Pio, na cidade de Legazpi, província de Albay, na parte sudeste da ilha de Luzon.

A imagem de Nossa Senhora da Salvação, colocada na entrada da igreja paroquial, perdeu sua mão direita, enquanto a mão esquerda da imagem de um anjo foi cortada, informou o pároco, padre Bob Bañares.

Que tais atos irresponsáveis não voltem a repetir-se

O bispo da Diocese de Legazpi, dom Joel Baylon, definiu o ocorrido de “atos irresponsáveis”, fazendo votos de “que não voltem a repetir-se”, disse o prelado.

“Na semana anterior, duas capelas foram profanadas na ilha de Basilan, no sul da Filipinas, e algumas imagens religiosas foram danificadas.”

O bispo da Prelazia de Isabela, dom Leo Dalmao, exortou os católicos a “não deixar que estes fatos semeiem mais ódio, em vez de buscar uma oportunidade para difundir a compreensão e a paz”.

Somos todos chamados a respeitar a fé uns dos outros

“Lembro a todos os fiéis que estejam vigilantes e que rejeitem toda e qualquer oportunidade de estes elementos negativos conseguirem semear divisão e ódio entre nós”, disse o bispo prelado.

Teresa Punzo, uma líder católica local, disse à Fides – agência missionária da Congregação para a Evangelização dos Povos – que “estes três atos recentes de vandalismo são deploráveis. Somos todos chamados a respeitar a fé uns dos outros e a conter qualquer ato de provocação ou violência entre crentes de diferentes religiões”, enfatizou.

(Fides)

Vatican News