Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 06 de março de 2021         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 06 de março de 2021

“Mensagem do Papa fez referência novamente à cultura do encontro interpessoal”, afirma Dom Roberto

28/01/2021 . Notícias da Igreja

Na data do dia 23 de janeiro, memória de São Francisco de Sales, o Papa Francisco apresentou a mensagem para o 55º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Inspirado no lema “Vêm e verás” (Jo 1, 46), que narra o chamado dos primeiros discípulos, o texto faz abordagem do tema “Comunicar encontrando as pessoas onde estão e como são”.

O bispo de Campos (RJ) e referencial da Pastoral da Saúde, dom Roberto Francisco Ferrería Paz, disse que o Papa fez referência novamente à cultura do encontro interpessoal, que exige que saiamos de nós mesmos para buscar a verdade conhecendo as pessoas concretas, com seus rostos e dramas singulares. “É necessário gastar a sola dos sapatos, indo atrás de narrativas e histórias registradas onde, verdadeiramente, acontecem no cotidiano e no tecido das vidas sofridas, e na labuta dos pobres e oprimidos, especialmente nestes tempos de crise sanitária, onde temos a vida por um fio”, reiterou dom Roberto.

Fazer a experiência de Jesus, que compartilha a existência e missão escutando, vendo e iluminando as situações humanas, levando a encarnação às últimas consequências. Esta perspectiva de caminhar junto às pessoas leva o Papa a agradecer a coragem de jornalistas que souberam denunciar e apresentar violações de direitos, e verificar o lado desconhecido e sombrio da pandemia, na exclusão e privação da vida às populações pobres e marginalizadas”, afirmou o bispo.

Dom Roberto afirmou, ainda, que o Papa comenta as oportunidades e insídias na Web, mostrando a ambigüidade das possibilidades que possuímos para comunicar e aproximar ou igualmente usar esses mesmos canais para manipular e dividir. “Mesmo assim, é importante saber que nada substitui o que vemos, o que aprendemos com nossa experiência e compromisso, envolvendo-nos com as pessoas que se tornam partícipes e atores das nossas histórias”, enfatizou.

Por isso, citando Santo Agostinho, dom Roberto salientou que o Papa desperta em nós a esperança e o encorajamento a viver esta comunicação autêntica e intransferível: “nas nossas mãos temos os livros, nos nossos olhos os acontecimentos”, terminando com o pedido para que o Senhor nos conceda a graça de reconhecer as suas moradas no mundo e a honestidade de contar o que vimos.

A Mensagem do Papa

O Papa Francisco divulgou no último sábado, 23 de janeiro, às vésperas do Dia de São Francisco de Salles, padroeiro dos jornalistas, a mensagem do 55º Dia Mundial das Comunicações Sociais que será celebrado no próximo dia 16 de maio.

Em sua mensagem, abordando o tema proposto para a data “Ide e Ver”, o Santo Padre indicou que todos temos responsabilidades sobre a comunicação que fazemos.

“Todos somos responsáveis pela comunicação que fazemos, pelas informações que damos, pelo controle que podemos conjuntamente exercer sobre as notícias falsas, desmascarando-as. Todos estamos chamados a ser testemunhas da verdade: a ir, ver e partilhar”, escreveu.

A mensagem do Papa Francisco agradece aos jornalistas, comunicadores como um todo pela coragem de ir aos acontecimentos, ver e noticiar as realidades.

“Temos que agradecer à coragem e determinação de tantos profissionais (jornalistas, operadores de câmara, editores, cineastas que trabalham muitas vezes sob grandes riscos), se hoje conhecemos, por exemplo, a difícil condição das minorias perseguidas em várias partes do mundo, se muitos abusos e injustiças contra os pobres e contra a criação foram denunciados, se muitas guerras esquecidas foram noticiadas. Seria uma perda não só para a informação, mas também para toda a sociedade e para a democracia, se faltassem estas vozes: um empobrecimento para a nossa humanidade”, disse.

O Papa disse ainda, que para viver e comunicar a verdade é preciso ver e experimentar.

“Na comunicação, nada pode jamais substituir, de todo, o ver pessoalmente. Algumas coisas só se podem aprender, experimentando-as”, indicou.

Confira (aqui) a mensagem na íntegra.

Oração para o Dia Mundial das Comunicações

Junto à mensagem foi divulgada também a oração para o Dia Mundial das Comunicações sociais, confira:

Senhor, ensinai-nos a sair de nós mesmos,
e partir à procura da verdade.

Ensinai-nos a ir e ver,
ensinai-nos a ouvir,
a não cultivar preconceitos,
a não tirar conclusões precipitadas.

Ensinai-nos a ir aonde não vai ninguém,
a reservar tempo para compreender,
a prestar atenção ao essencial,
a não nos distrairmos com o supérfluo,
a distinguir entre a aparência enganadora e a verdade.

Fonte: CNBB