Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 21 de setembro de 2021         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 21 de setembro de 2021

Cerco de Jericó é realizado no Santuário São Geraldo Majela

03/09/2021 . Notícias da Paróquia

Entre os dias 20 de julho e 31 de agosto, aconteceu o Cerco de Jericó no Santuário São Geraldo Majela. O evento teve como tema: “Não tenhas medo! Tenhas fé”. Realizado sempre às 19h, o Cerco contou com a oração do Terço das Santas Chagas e Novena Perpétua seguida da Santa Missa, Adoração e Benção do Santíssimo. Dentro da programação também tivemos um momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento todos os domingos, das 9h às 17h, no Santuário.

As celebrações contaram com a presença dos Pe. Ueliton Neves da Silva (pároco), Pe. Ricardo Caricati (Rio Piracicaba), Pe. Rafael Tadeu (Ibirité), Pe. Rosemberg (Santa Bárbara), Pe. Flávio (Nova Era) e Pe. Márcio Rodrigo (Marliéria/Jaguaraçu).

O encerramento aconteceu nesta terça-feira, 31, com a Santa Missa seguida de Adoração e Benção do Santíssimo, oportunidade onde também celebramos em Ação de Graças pelo Aniversário Natalício do Padre Ueliton Neves.

Por que “Cerco de Jericó”?

Um fato do Antigo Testamento nos mostra a conquista da cidade de Jericó pelos judeus, liderados por Josué (Js 6,1ss). Josué foi formado por Moisés, desde sua juventude, para substituí-lo.

A Bíblia nos mostra que a mesma força que estava com Moisés, esteve também neste jovem, que ao assumir o encargo de dar continuidade na tomada de posse da terra prometida, recebeu a autoridade espiritual e o governo sobre as tribos de Israel.

Jericó era uma cidade fortificada e inacessível, com imensas muralhas ao redor. Na conquista de Jericó, encontramos o exército de Israel desanimado diante da imensa dificuldade de tomar aquela cidade. O desânimo já havia tomado conta de muitos que duvidaram da promessa de Deus. Esta promessa dizia que não seria pela força humana que aquela cidade seria conquistada, mas Deus mesmo é quem agiria.

O plano da vitória foi revelado por Deus, de um modo concreto e detalhado. Durante seis dias o povo deveria dar uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, sete voltas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram.

A exemplo de Josué, diante das muralhas de Jericó, os nossos inimigos devem ser cercados com orações e louvores e esperar que Deus mesmo haja em nosso favor. Para isto, precisamos ser perseverantes e persistentes até o fim. Esse é o objetivo do Cerco de Jericó: derrubar as muralhas pela força da oração.

Todo este evento foi organizado pelo Movimento das Santas Chagas de Jesus. Este grupo se reúne no Santuário São Geraldo Majela, toda terça-feira, às 19h, para Oração do Terço e Novena das Santas Chagas.

Pascom – Paróquia Nossa Senhora da Penha 

Confira algumas fotos destes dias: