Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 11 de maio de 2021         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 11 de maio de 2021

PALAVRA DO PÁROCO Pe. Ueliton Neves da Silva MÊS DE maio  .  2021
TODAS AS PALAVRAS DO PÁROCO

A vossa proteção recorremos

01/05/2021 . Palavra do Pároco

Queridos irmãos e irmãs, diletos paroquianos, com alegria iniciamos um novo mês do calendário civil e, com devoção e muita fé, o dedicamos a Maria Santíssima.
No calendário litúrgico celebramos neste as festas de São José Operário, Nossa Senhora de Fátima e São Matias Apóstolo, as Solenidades da Ascensão do Senhor e Pentecostes, a festa da Santíssima Trindade e a Visitação de Nossa Senhora. Ao celebrarmos São José Operário, no início deste novo mês, nosso pensamento se volta àquele que, aceitando a missão paterna de Deus a Jesus amou com o coração de pai. Recordamos neste dia todos os operários, trabalhadores na vinha do Senhor, e pedimos a intercessão de São José na vida de todos e, de maneira particular, por aqueles que em decorrência da pandemia perderam seus empregos. O trabalho dignifica a pessoa humana e Jesus diz: “O meu Pai trabalha sempre, por isso eu também trabalho”.

De maneira especial celebramos no segundo domingo deste mês, dia 09, o Dia das Mães. Nossa gratidão e parabéns a todas as mamães; a nossa prece e benção a todas elas. Que a grande Mãe das Mães, Nossa Senhora da Penha, nossa padroeira paroquial, abençoe as nossas mães em sua vocação de ser apoio seguro e aconchego às nossas famílias. Obrigado mães pela ternura de cada uma que faz com que nossa paróquia, nossas pastorais, movimentos e serviços sejam sempre mais maternais.

Com toda a Igreja, 40 dias após a Solenidade da Páscoa, celebramos a Solenidade da Ascensão do Senhor. A Igreja, para facilitar a participação de todos os fiéis, fixou esta solenidade no 7º Domingo da Páscoa. Nesta solenidade, a Igreja nos convida a termos os olhos voltados para o céu, nossa Pátria definitiva. Como tão bem diz São Paulo: “Vós que ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas do alto, onde está Cristo (Col 3,1)”. Em nossa profissão de fé, rezamos que Jesus “subiu aos céus e está sentado à direita do Pai”. Por isso, na Ascensão, celebramos Jesus dando por completa sua missão. Ele veio do Pai, revelou-nos o rosto Misericordioso do Pai, ensinou-nos a amar o Pai e a fazer em tudo a sua Vontade. Ele cumpriu até o fim a missão que o Pai lhe confiou. Agora Ele volta para o Pai, após ter nos ensinado a percorrer o caminho que nos levará de volta para Deus, e Ele próprio se faz o caminho – “ninguém vai ao Pai, senão por mim” (Jo 14,6). Por isso, seguindo Jesus que é o Caminho, a Verdade e Vida, chegaremos ao coração do Pai; sendo assim, como bem rezamos na liturgia: “A Ascensão do Senhor já é nossa vitória”. Mas o caminho que leva de volta à glória do Pai passa pela cruz, pela capacidade da entrega da vida: “Quando eu for elevado na terra, atrairei todos a mim” (Jo 12,32), a elevação de Jesus na cruz significa e anuncia a sua elevação ao céu.

Junto a Solenidade da Ascensão do Senhor, celebramos o 55º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Em sua mensagem para este dia, o Papa Francisco nos convida a reflexão com o tema Vem e verás (Jo 1, 46): Comunicar encontrando as pessoas onde estão e como são. Vem e verás foi o modo como a fé cristã se comunicou a partir dos primeiros encontros nas margens do rio Jordão e do lago da Galileia. Quero, na oportunidade desta celebração, agradecer a todos os que atuam na área da comunicação social e peço-vos que sejam sempre promotores da paz e comunicadores da verdade. Aos que fazem parte da Pastoral da Comunicação (PASCOM), minha estima e gratidão por tudo que és e representam na nossa comunidade paroquial. Vocês, com todo empenho, mesmo de forma amadora, fazem chegar em tantos lugares o anúncio da Boa Nova.

Após a Solenidade da Ascensão do Senhor, a Igreja celebra a Solenidade de Pentecostes. Com esta solenidade, concluímos o Tempo Pascal, suplicando a presença do Espírito Santo em nossa vida e na vida da Igreja. “Enviai o vosso Espírito Senhor, e renovai a face da terra”, rezamos com o Salmo 103. “Dai aos corações vossos sete dons”, pedimos através do hino litúrgico conhecido como “Sequência” de Pentecostes. Conforme narra os Atos dos Apóstolos (At 2,1-11), quando era comemorada a antiga festa de Pentecostes, em Jerusalém, no início da pregação apostólica, aconteceu a efusão do Espírito Santo sobre os discípulos reunidos no cenáculo. Por isso, Pentecostes recebeu um novo significado, passando a celebrar a vinda do Espírito Santo.

Este mês de maio será um mês muito agitado em nossa paróquia: novena e festa de Nossa Senhora da Penha, padroeira paroquial, de 06 a 15 de maio; receberão os sacramentos do Batismo, Eucaristia e Crisma os catequizandos do Catecumenato no dia 09 de maio; farão a vivência eucarística alguns jovens e adolescentes no dia 09 de maio; serão enviados os novos coroinhas no dia 23 de maio; serão crismados por Dom Marco Aurélio Gubiotti, bispo diocesano, cerca de 110 catequizandos no dia 30 de maio no Santuário São Geraldo. Quanta graça para todas estas pessoas, seus pais, catequistas e toda nossa comunidade paroquial. Pedimos a Nossa Senhora da Penha que cuide e acompanhe cada uma destas e aos seus respectivos familiares, padrinhos e madrinhas. Que estes sejam para os seus testemunhas de fé e da vivência do Evangelho.

Durante este mês dedicado a Maria Santíssima, somos convidados a redescobrir a beleza de rezar o Terço em casa, em família e pedir a presença sempre terna de Nossa Senhora em cada lar. Proponho ainda, para bem vivermos este mês, a prática da escuta orante da Palavra de Deus, a recitação do Ângelus, as ladainhas da Virgem Maria, a consagração a Nossa Senhora, o uso do escapulário e das medalhas marianas, além de criar um pequeno altar com uma vela, a imagem de Nossa Senhora e ornamentá-lo com um vaso de flor. Coisas simples e que nos remetem à simplicidade de Nossa Senhora, a qual invocamos sobre os diversos títulos.

Que Deus, na sua infinita bondade, derrame bênçãos abundantes em vossos corações e que Nossa Senhora, a Virgem da Penha, sempre nos proteja e ampare em seu colo materno.

Itabira, 01 de maio de 2021

Pe. Ueliton Neves da Silva
Pároco