Seja bem-vindo(a) ao Site Oficial do Santuário São Geraldo Majela         -         Itabira, Minas Gerais - 18 de outubro de 2021         -         Acesse nossas redes socais

Itabira, 18 de outubro de 2021

Papa: rezemos ao Anjo que nos acompanha na vida

04/10/2021 . Notícias da Igreja

“Deus nos deu Anjos para nos acompanhar ao longo de nossas vidas. E cada um de nós tem um companheiro de viagem, um Anjo que nos acompanha sempre. Não podemos esquecer de rezar a eles”. Palavras do Papa Francisco na homilia na celebração de São Miguel Arcanjo, em 2 de outubro nos Jardins do Vaticano para o Corpo da Gendarmaria do Vaticano

No sábado 2 de outubro o Papa Francisco celebrou uma missa para a Gendarmaria Vaticana na Gruta de Nossa Senhora de Lourdes que se encontra nos Jardins do Vaticano. Francisco iniciou a sua homilia na festa do Arcanjo São Miguel explicando como a harmonia pode se acabar: “A harmonia da Criação: é um equilíbrio humano, belo! Mas imediatamente após esta harmonia, onde o homem encontra a mulher e eles são uma só carne, algo acontece: a serpente seduz. E essa harmonia entre homem e mulher é destruída. A harmonia desse casamento acaba, com as consequências que conhecemos. Este é um símbolo de como a harmonia pode ser perdida”.

Missão do diabo: destruir a harmonia

“Mas por quê? – pergunta-se o Papa – Porque alguém está tentando destruí-la”. E continua: “Este é o trabalho do diabo – afirma Francisco – Esta é a ‘missão’ do diabo: destruir a harmonia, destruir a beleza que Deus fez para nós. E é por isso que Jesus veio, para dar sua vida para resolver este problema e para vencer o diabo na cruz”. “E nós, em nossa vida diária, se pensarmos bem quantas vezes temos ansiedades, problemas, que perdemos o equilíbrio, que perdemos a paz, que perdemos a harmonia”.

Com o diabo entrou a inveja

Francisco continua sua homilia afirmando: “As guerras são obra do diabo, não tenho medo de dizer isso. Talvez alguém diga: ‘Mas isto, padre, é muito antiquado’. Não, é a verdade, e a verdade não é moderna nem antiquada, é a verdade. Sempre foi assim”.

“O inimigo da natureza humana: esse é o diabo. Por quê? Por causa da inveja. A Bíblia diz que, com o diabo, a inveja entrou no mundo, destruindo-nos, separando-nos uns dos outros”

São Miguel a ajuda de Deus

“E na Bíblia vemos que o Senhor nos dá anjos – prossegue –  para nos acompanhar, até mesmo para nos defender, para que eles possam nos defender desta ‘política’ do diabo, de destruição. “E o ‘líder’ – por assim dizer – dos Anjos é São Miguel, a quem celebramos hoje”.

“Abençoemos os Anjos porque eles são nossos companheiros de estrada; abençoemos São Miguel porque ele é um lutador e vos ensina, ensina-nos a lutar contra o maligno, contra o inimigo, que sempre cria ciladas, coisas para nos dividir e para nos derrubar a todos”

“Hoje, na Festa de São Miguel Arcanjo, àquele que é o líder da última batalha segundo o Livro do Apocalipse, damos graças a Deus porque, depois do pecado, Ele não nos deixou sozinhos: Ele nos deu Anjos para nos acompanhar, para nos acompanhar ao longo de nossas vidas. E cada um de nós tem um companheiro de viagem, um Anjo que nos acompanha sempre. Não podemos esquecer de rezar a eles”.

Anjo que nos acompanha na vida

Francisco recordou dos anjos nas nossas lutas na vida diária:

“Há sempre dificuldades que nos dividem, que semeiam o mal. É por isso que rezamos a São Miguel, para que sempre derrote o diabo, porque é ele quem causa divisão, quem semeia inveja. A Bíblia o diz claramente: por causa da inveja, o diabo entrou no mundo. E também rezemos ao Anjo que nos acompanha na vida. Esta é uma verdade”, conclui o Papa.

Por fim frisou:

“E com simplicidade demos graças a Deus: agradecemos porque Ele nos dá esta companhia, agradecemos porque Ele nos dá este ‘general’ que luta com o exército para vencer a batalha final…”.

Jane Nogara – Vatican News
Imagem capa: Papa Francisco na Missa para o Corpo da Gendarmaria nos Jardins do Vaticano (Vatican Media)